Rapaz de 12 anos descobre a primeira trufa negra de Portugal - iguaria pode custar milhares de euros

4 jun, 15:12

Algures entre Alenquer e Arruda dos vinhos, no distrito de Lisboa, confirmaram-se as melhores expectativas. Uma realidade que, em pouco minutos, superou qualquer ficção. Afinal, o terreno estava minado de trufas

A mais importante descoberta gastronómica portuguesa não foi obra do engenho nacional, mas sim do acaso. A primeira trufa negra, aquela que ficará para a história, foi encontrada por um jovem de 12 anos que brincava no campo, por terras de Alenquer. 

Perante tal descoberta, o pai de João contactou o chef Tanka Sapkoda, provavelmente a única pessoa em Portugal que acreditava ser possível existirem trufas no nosso país. 

O alerta foi o suficiente para Tanka chamar um especialista italiano e a sua cadela Pina, para tentarem encontrar o mais caro fungo do mundo.

Algures entre Alenquer e Arruda dos vinhos, no distrito de Lisboa, confirmaram-se as melhores expectativas. Uma realidade que, em pouco minutos, superou qualquer ficção. Afinal, o terreno estava minado de trufas

Em pouco mais de uma hora, a eficiente Pina não teve descanso, todos os presentes ficaram espantados com a quantidade e qualidade das trufas apanhadas em pouco mais de 200 metros de terreno. 

A trufa negra é um produto muito procurado pela alta gastronomia. As mais caras são as de inverno e as de Périgord, em França. Podem custar milhares de euros o quilo. 

Gastronomia

Mais Gastronomia

Na SELFIE

Patrocinados