Encontrada carta de confissão dentro do carro do suspeito que atropelou multidão em Berlim

CNN Portugal , BCE
8 jun, 15:14
Acidente em Berlim (EPA/FILIP SINGER)

Autoridades locais não adiantaram, para já, o conteúdo, pelo que ainda não são conhecidas as motivações para este atropelamento

As autoridades alemãs encontraram uma carta de confissão no interior do carro envolvido no atropelamento de dezenas de pessoas na zona de Charlottenburg, em Berlim, esta manhã, e que fez pelo menos um morto.

A informação está a ser avançada pelo jornal alemão Bild, que cita um investigador do caso, que garante ainda que a ocorrência "não foi definitivamente um acidente - [foi] um criminoso a sangue-frio".

As autoridades locais não adiantaram, para já, o conteúdo da carta, pelo que ainda não são conhecidas as motivações para este atropelamento.

De acordo com as autoridades locais, o condutor que atropelou a multidão é um homem, de 29 anos, de dupla nacionalidade (alemã e arménia). Até ao momento, esta é a única informação oficial divulgada pela polícia.

O incidente aconteceu cerca das 10:30 (9:30 em Lisboa) e teve início na rua Ranke, onde ocorreu o atropelamento, Mas o carro só ficaria imobilizado na vitrina de uma loja na rua Tauentzien. Com a viatura parada, o condutor saiu da mesma e tentou abandonar o local, mas foi travado por populares que ali se encontravam e entregue às autoridades que entretanto chegavam ao local.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Europa

Mais Europa

Patrocinados