Produtores de "Rust" multados por "falhas sérias e voluntárias" que resultaram na morte de Halyna Hutchins

CNN Portugal , BCE
20 abr, 20:16

Autoridades norte-americanas do Novo México resolveram punir os produtores com uma multa de 136.793 dólares (cerca de 126 mil euros)

Os produtores de "Rust" foram multados na sequência da morte de Halyna Hutchins, a diretora de fotografia que morreu durante as gravações do filme, depois de ter sido atingida por um disparo de um revólver das mãos do protagonista, Alec Baldwin.

A informação é avançada pela imprensa internacional, que cita o Departamento Ambiental do Novo México, cidade onde decorriam as filmagens da longa-metragem, e que considerou que os produtores mostraram-se "indiferentes aos riscos associados ao uso de armas de fogo" durante as gravações.

Face a esta indiferença pelas questões de segurança durante as filmagens, as autoridades resolveram punir os produtores com uma multa de 136.793 dólares (cerca de 126 mil euros).

secretário daquele departamento, James Kenney, apontou "várias falhas de gestão" durante as gravações do filme "Rust", afirmando que foram encontradas "evidências mais do que suficientes" que permitem concluir que, "se as regras de segurança da indústria tivessem sido respeitadas, o tiro fatal de Halyna Hutchins e o ferimento grave de Joel Sousa nunca teriam ocorrido".

"Através da nossa investigação, determinámos que as falhas da produção do Rust foram sérias e voluntárias", disse Kenney, acrescentando: “O ponto principal aqui é que era obrigação dos funcionários seguir os padrões nacionais, e isso não aconteceu nas filmagens de Rust."

Esta é a conclusão da investigação levada a cabo por aquele departamento, explicou Kenney, adiantando que a polícia continua a sua investigação criminal. "Embora eu perceba que nenhuma multa pode compensar a perda de vidas, esta é a forma que encontrámos de responsabilizar totalmente a produção de Rust", frisou.

"Esta foi uma tragédia terrível e os nossos pensamentos estão com a vítima - uma mãe, uma esposa, uma diretora de fotografia experiente e um membro respeitado da comunidade cinematográfica", assinalou o responsável.

Num comunicado enviado à agência de notícias Reuters, o porta-voz da empresa encarregue da produção do Rust, Stefan Friedman, disse discordar das conclusões desta investigação, garantindo que vai recorrer desta decisão."Os nossos pensamentos e orações estão com a família de Halyna", acrescentou Friedman.

Os resultados da investigação do Departamento Ambiental do Novo México surgem seis meses após o trágico acidente em que Alec Baldwin esteve envolvido. Recorde-se que, a 21 de outubro de 2021, o ator norte-americano manuseava um revólver enquanto trabalhava numa cena com a diretora de fotografia Halyna Hutchins nas gravações do filme "Rust". A arma deveria conter apenas munições falsas, mas o tiro foi disparado e feriu mortalmente a cineasta de 42 anos.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

E.U.A.

Mais E.U.A.

Patrocinados