Autocarro da Carris apedrejado na Ajuda, em Lisboa. Rodoviária pede reunião urgente ao MAI

CNN Portugal , AM - notícia atualizada às 12:48
1 nov, 08:38

Dez pessoas tiveram de ser assistidas pelos bombeiros. Junta de Freguesia já repudiou este ataque e diz que vai exigir um reforço da segurança na zona

Um autocarro da Carris foi apedrejado, esta segunda-feira à noite, na Ajuda, em Lisboa. De acordo com os Bombeiros Voluntários da Ajuda, o autocarro terá sido atingido com pedras, mas também com um engenho pirotécnico.

"Por volta das 21:35 parou à nossa porta um autocarro da Carris. O motorista pediu ajuda porque tinha pessoas feridas. A primeira informação que tínhamos é que o autocarro tinha sido alvejado. Hoje conseguimos apurar que o autocarro foi apedrejado e atingido por um engenho pirotécnico", afirmou o comandante Fernando Azevedo.

De acordo com a mesma fonte, dez pessoas tiveram de ser assistidas.

"Duas delas foram feridos ligeiros, que ficaram com pequenos ferimentos dado aos estilhaços dos vidros, e foram conduzidas ao hospital de São Francisco Xavier", acrescentou. 

A Junta de Freguesia já repudiou este ataque e diz que vai exigir um reforço da segurança na zona. A PSP está a investigar a ocorrência.

Carris pede reunião urgente ao MAI

A Carris vai pedir uma reunião urgente ao ministro da Administração Interna depois do autocarro ter sido apedrejado.

“A Carris vai solicitar uma audiência com caráter de urgência ao ministro da Administração Interna no seguimento do apedrejamento contra um dos seus autocarros na última noite de segunda-feira, no Bairro da Ajuda, em Lisboa”, refere a empresa em comunicado.

A Carris agradeceu a “rápida intervenção” dos Bombeiros Voluntários da Ajuda e das forças de segurança.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados