Botswana revela que diplomatas infetados com Ómicron vieram da Europa

3 dez 2021, 18:51
Nova variante covid-19
Nova variante covid-19

Presidente deste país africano pede que sejam revertidas as proibições de viagens, recusando atribuir uma origem à nova variante do coronavírus

PUB

O Presidente do Botswana afirmou que alguns dos diplomatas que testaram positivo para a variante Ómicron vieram da Europa. Mokgweetsi Masisi pediu ainda que sejam revertidas as proibições de viagens impostas aos países da África Austral. 

A 25 de novembro, a África do Sul disse ter identificado uma nova variante do coronavírus. No dia seguinte, o Botswana deu o mesmo passo.

PUB

“É desnecessário e, se me pergunta, à falta de melhor expressão, irresponsável”, afirmou em entrevista à CNN nesta quinta-feira à noite.

Mokgweetsi Masisi referiu que os diplomatas “passaram por diferentes países para chegar ao Botswana” mas não quis adiantar nacionalidades. Contudo, confirmou que a Europa foi uma das origens.

O Botswana reporta já mais de 20 casos da nova variante.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Covid-19

Mais Covid-19

Patrocinados