Família descobre cobra venenosa em árvore de Natal

15 dez 2021, 12:10
Cobra venenosa (Gerrie Heyns/CNN Portugal)
Cobra venenosa (Gerrie Heyns/CNN Portugal)

Animal, que media entre 1.3 e 1.5 metros, foi descoberto pelos gatos da família. Foi recolhido e vai ser devolvido à natureza

PUB

Uma família na África do Sul não ganhou para o susto quando viu o presente que os aguardava na árvore de Natal. A sair dos ramos da árvore estava uma das mais venenosas cobras de África, escondida entre os enfeites natalícios.

Rob e Marcela Wild, que vivem em Robertson, no Cabo Ocidental, não pensaram duas vezes e chamaram de imediato ajuda profissional para remover o animal da árvore que tinham acabado de montar apenas três horas antes.

PUB

O alerta foi dado pelos gatos da família, que vive há 18 anos na África do Sul.

"Os gatos começaram a rondar a árvore e a minha mulher disse que 'provavelmente há aí um rato algures'", contou o britânico Rob Wild à CNN

Mas o rato afinal era uma serpente boomslang, uma cobra altamente venenosa da família Colubridae, que é comum naquela área.

 


Rob Wild diz que, quando viu o animal, não sabia do que se tratava, mas que através do Google rapidamente percebeu que se tratava de uma serpente venenosa. "Pensei logo 'Santo Deus, este é a rainha de todas as cobras venenosas'".

PUB
PUB
PUB

Quando o apanhador de cobras Gerrie Heyns chegou para recolher o "presente", confirmou que se tratava de uma cobra feminina, que media entre 1.3 metros e 1.5 metros. 

"A cobra esteve na árvore durante duas horas até eu chegar. Assim que eu controlei o animal, a família veio imediatamente ver a cobra. Ela não tentou morder ou ficar na defensiva porque não dei razão para isso. Um momento assustador transformou-se num momento emocionante para as crianças", contou o tratador.

Depois de ser apanhada, a cobra vai ser libertada na natureza no próximo domingo. Segundo Heyns, o animal entrou na propriedade para procurar comida, água e refúgio.

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

África

Mais África

Patrocinados