Aeroporto de Heathrow pede às companhias aéreas que parem de vender bilhetes de Verão

CNN , Livvy Doherty
12 jul, 16:20
Aeroporto de Heathrow

Infraestrutura de Londres limita número de passageiros diários a 100 mil para lidar com as dificuldades de gestão da operação

O Aeroporto Heathrow pede às companhias aéreas que deixem de vender mais bilhetes para viajar este Verão, anunciando um limite para passageiros autorizados a voar a partir da infraestrutura.

O aeroporto de Londres limitará os passageiros a 100 mil por dia até 11 de setembro, uma vez que está a lutar para fazer face à elevada procura e à falta de recursos.

O presidente executivo da companhia que gere a infraestrutura, John Holland-Kaye, anunciou a "decisão difícil" numa carta aberta aos passageiros, dizendo "nas últimas semanas, uma vez que o número de passageiros que partem regularmente ultrapassou os 100 mil por dia, começámos a ver períodos em que o serviço desceu a um nível que não é aceitável... Os nossos colegas estão a ir longe e alto para lidar com o maior número possível de passageiros, mas não podemos pô-los em risco pela sua própria segurança e bem-estar".

Muitas companhias aéreas têm estado a trabalhar para reduzir o número de passageiros que entram e saem de Heathrow. Mas Holland-Kaye disse que a última previsão de Heathrow mostrava que um número excessivo de lugares já tinha sido vendido e, portanto, as companhias aéreas precisavam de parar de vender bilhetes agora.

"Mesmo apesar da amnistia, os lugares diários de partida durante o Verão serão em média 104 mil - o que dá um excesso diário de 4.000 lugares. Em média, apenas cerca de 1.500 destes 4.000 lugares diários foram atualmente vendidos aos passageiros, e por isso pedimos aos nossos parceiros aéreos que deixem de vender bilhetes de Verão para limitar o impacto nos passageiros".

Em 2018, o número diário de passageiros que passaram por Heathrow foi de quase 220.000, divididos entre chegadas e partidas.

A Lufthansa, que já cancelou milhares de partidas de Frankfurt e Munique para a época de Verão, disse que poderia fazer mais ajustes ao seu horário "para picos de tráfego em agosto".

"A Lufthansa deu assim uma contribuição notável para aliviar os aeroportos, incluindo Londres Heathrow", disse um porta-voz à CNN.

Viagens

Mais Viagens

Na SELFIE

Patrocinados