Incidente com avião privado cortou tráfego aéreo no aeroporto de Lisboa durante quase duas horas

1 jul, 19:05
A imagem do pneu danificado que imobilizou uma aeronave na pista do aeroporto de Lisboa (D.R.)

Vinte e três voos tiveram de ser desviados para o Porto e para Faro

Aconteceu pelas 17:14: o rebentamento de um pneu no trem de aterragem de uma aeronave privada obrigou à suspensão do tráfego aéreo no aeroporto de Lisboa.

Como a nave ficou imobilizada na pista - o aeroporto tem duas mas uma foi encerrada em 2019, portanto só há uma utilizável -, deixou de haver condições para os demais aviões aterrarem ou levantarem voo.

Segundo a ANA Aeroportos, a situação obrigou a desviar 23 voos para o Porto e para Faro, tendo a situação ficado resolvida pelas 18:53, quase duas horas depois do incidente.

"A aeronave foi removida de modo a que a operação retomasse o mais rapidamente possível. Foram divergidos 23 voos para o Porto e para Faro", pode ler-se num comunicado enviado pela ANA.

Contactada pela CNN Portugal, a ANA Aeroportos esclarece que os 23 voos afetados correspondem aos aviões que já se encontravam a sobrevoar o espaço aéreo português, no entanto, a empresa admite que o número de passageiros afetados possa ser bastante superior.

País

Mais País

Patrocinados