Constrangimentos mantêm-se. Aeroporto de Lisboa com dezenas de cancelamentos este domingo

Cristiano Costa | António Assis Teixeira | Agência Lusa , Notícia atualizada às 19:24
3 jul, 08:39

A situação tem gerado longas filas de espera, com centenas de pessoas à procura de soluções para conseguirem viajar

Mais um dia de caos no Aeroporto de Lisboa. Tal como aconteceu sábado, este domingo estão previstos dezenas de novos cancelamentos.

Na tarde deste domingo, a ANA - Aeroportos de Portugal atualizou de 22 para 38 a previsão do número de voos cancelados com destino e origem no aeroporto de Lisboa, devido a constrangimentos em vários aeroportos internacionais – “20 chegadas e 18 partidas no Aeroporto Humberto Delgado”. A grande maioria são da TAP

Em resposta à CNN Portugal, a companhia aérea explicou que a suspensão do tráfego aéreo na sexta-feira teve consequências nas horas seguintes, obrigando a alterações em toda a operação.

"A pista no aeroporto de Lisboa não esteve operacional durante algumas horas na sexta-feira, 1 de julho, à tarde, devido a um incidente com um jato privado. Em consequência, muitos voos da TAP foram afetados e divergiram para outros aeroportos"

Apesar dos "muitos voos impactados" e do período de alta temporada turística que se atravessa, a TAP assegura estar a fazer o seu "melhor para minimizar o impacto desta situação". Aos passageiros afetados por esta situação, a fonte oficial a companhia área indica que "deverão aguardar uma mensagem da TAP com um novo horário de voo". 

Recorde-se que só no dia no sábado foram cancelados 65 voos. Uma situação que tem gerado longas filas de espera, com centenas de pessoas à procura de soluções.

A ANA Aeroportos explicou que a situaçao se deve aos constrangimentos registados em vários aeroportos europeus: "Devido a um conjunto de constrangimentos em vários aeroportos europeus, estão previstos, para o dia de hoje [sábado], 65 voos cancelados - 40 chegadas e 25 partidas". 

Acrescentando ainda que o Aeroporto Humberto Delgado "implementou medidas para apoiar as companhias aéreas, nomeadamente a instalação de balcões móveis suplementares para reagendamento de voos".

Recorde-se que este fim de semana existem várias companhias aéreas em greve na Europa.

País

Mais País

Patrocinados