Passagem de ano com chuva mas sem avisos de mau tempo (por agora)

Agência Lusa , AM
29 dez 2022, 11:59
São Jorge, Açores (EPA/ Tiago Petinga)

Previsões dão conta ainda de vento no Norte e Centro do Continente. Na Madeira e nos Açores, há também previsão de aguaceiros

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê chuva por vezes forte no Minho e Douro Litoral a partir da tarde de sábado, estendendo-se a precipitação ao restante território continental no domingo, primeiro dia de 2023.

Na informação divulgada no site sobre o período da passagem do ano, o IPMA indica que o estado do tempo no continente e nas ilhas será afetado por “uma superfície frontal fria de atividade moderada a forte, associada a uma depressão centrada a noroeste da Península Ibérica”.

“Prevê-se períodos de chuva que poderão ser por vezes fortes no Minho e Douro Litoral a partir do final do dia 31 de dezembro, coincidindo com a passagem de ano, sendo que a precipitação se estenderá ao restante território a partir da manhã do dia 1”, é referido num comunicado sobre o continente.

A chuva deve afetar a região Sul “apenas na tarde do dia 1, passando gradualmente a regime de aguaceiros”, e irá diminuir de intensidade e frequência.

Apesar da chuva, não estão previstos, atualmente, avisos meteorológicos para o fim de semana – os avisos ativos são amarelos (o nível mais baixo) e terminam na manhã de sexta-feira, abrangendo os distritos de Viana do Castelo, Braga, Vila real, Porto, Aveiro, Viseu e Coimbra.

Devido à passagem da superfície frontal fria, a previsão é de que o vento aumente de intensidade, predominando de sudoeste.

Deverá registar-se vento forte no litoral oeste e nas terras altas das regiões Norte e Centro, “com rajadas até 70 quilómetros/hora e 90 quilómetros/hora, respetivamente”.

“As temperaturas irão manter-se amenas, com a temperatura máxima a variar entre 14 e 19 graus Celsius e a mínima a variar entre 7 e 14 graus Celsius”, descreve o IPMA.

Há ainda a possibilidade de a agitação marítima “aumentar temporariamente” no domingo, até aos 4,5 metros de altura significativa, a norte do cabo Mondego.

Para a Madeira, o IPMA prevê também precipitação entre sexta-feira e domingo, vento fraco a moderado (soprando por vezes forte nas terras altas) e temperaturas amenas, com máximas de 20 a 22 graus Celsius e mínimas de 17 a 18 graus.

Descida das temperaturas nos Açores

A chuva deverá manter-se na noite de 31 de dezembro para 1 janeiro no arquipélago dos Açores, com as temperaturas mínimas entre os oito e os nove graus Celsius.

Segundo as previsões do IPMA para o arquipélago, na sexta-feira, o estado do tempo nos Açores "caracterizar-se-á pela passagem de uma superfície frontal fria que irá provocar precipitação", em especial nos grupos Central (Terceira, Pico, São Jorge, Graciosa e Faial) e Oriental (São Miguel e Santa Maria) durante a madrugada e manhã.

"O vento irá soprar de sudoeste muito fresco a forte com rajadas entre os 70 e os 80 quilómetros por hora, rodando para oeste e tornando-se moderado a fresco", de acordo com as previsões publicadas no 'site' do IPMA.

Para os dias 31 de dezembro e 1 de janeiro, "uma região depressionária centrada a nordeste do arquipélago dos Açores irá condicionar o estado do tempo em todas as ilhas", estando previstos aguaceiros em todo o arquipélago.

O vento soprará inicialmente de oeste fresco a muito fresco com rajadas entre 60 e os 70 quilómetros por hora, rodando para noroeste e tornando-se bonançoso a moderado no dia 1 de janeiro.

Quanto à ondulação, esperam-se ondas de oeste entre três a cinco metros, passando a noroeste nos grupos Ocidental (Flores e Corvo) e Central e entre dois a quatro metros no grupo Oriental.

O IPMA prevê ainda para os Açores "uma descida das temperaturas, com as mínimas a rondarem os 8ºC/9ºC e as máximas a não ultrapassarem os 14ºC/15ºC".

Meteorologia

Mais Meteorologia

Mais Lidas

Patrocinados