Três sismos sentidos pela população em São Jorge nas últimas 24 horas

Agência Lusa , BCE
2 abr, 12:06
São Jorge, Açores (EPA/ Tiago Petinga)

A ilha de São Jorge registou, desde 19 de março e até cerca das 10:00 de sexta-feira, perto de 25 mil sismos, dos quais 221 foram sentidos pela população

Três sismos foram sentidos pela população nas últimas 24 horas na ilha de São Jorge, Açores, elevando para 224 o número total de abalos percecionados pelos habitantes desde o início da crise sísmica, indicou o CIVISA, neste sábado.

As atualizações do Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA) indicam que, entre as 10:00 e as 22:00 de sexta-feira foram sentidos, na freguesia de Velas, dois sismos de magnitude 2 e 1,9, sentidos pela população com intensidade III na Escala de Mercali Modificada.

Entre as 22:00 de sexta-feira e as 10:00 deste sábado, foi sentido um sismo de magnitude 1,7, na Ribeira Seca (Calheta), com epicentro a 3 quilómetros a Nor-Noroeste da Urzelina.

“Até ao momento foram identificados cerca de 224 sismos sentidos pela população”, indica o CIVISA, na atualização feita pelas 10:00.

A ilha de São Jorge registou, desde 19 de março e até cerca das 10:00 de sexta-feira, perto de 25 mil sismos, dos quais 221 foram sentidos pela população, segundo dados oficiais de sexta-feira.

O CIVISA refere que, desde 19 de março, a atividade sísmica registada na parte central da ilha de São Jorge, num setor compreendido entre Velas e Fajã do Ouvidor, “continua acima do normal”.

O sismo mais energético ocorreu no dia 29 de março, às 21:56 (22:56 em Lisboa), com magnitude 3,8 na escala de Richter.

A Escala de Mercalli Modificada mede os “graus de intensidade e respetiva descrição” e, quando há uma intensidade de IV, considerada “Moderada”, os “objetos suspensos baloiçam” e há uma “vibração semelhante à provocada pela passagem de veículos pesados ou à sensação de pancada duma bola pesada nas paredes”, descreve o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

A intensidade III, considerada fraca, corresponde a um sismo “sentido dentro de casa”, no qual “os objetos pendentes baloiçam” e a “vibração é semelhante à passagem de veículos pesados”.

Com uma intensidade de IV na Escala de Mercali modificada, os “carros estacionados balançam”, as “janelas, portas e loiças tremem” e “os vidros e loiças chocam ou tilintam”, podendo as paredes ou estruturas de madeira ranger, revela o IPMA na sua página da Internet.

De acordo com a escala de Richter, os sismos são classificados segundo a sua magnitude como micro (menos de 2,0), muito pequenos (2,0-2,9), pequenos (3,0-3,9), ligeiros (4,0-4,9), moderados (5,0-5,9), forte (6,0-6,9), grandes (7,0-7,9), importantes (8,0-8,9), excecionais (9,0-9,9) e extremos (quando superior a 10).

A ilha está com o nível de alerta vulcânico V4 (ameaça de erupção) de um total de sete, em que V0 significa “estado de repouso” e V6 “erupção em curso”.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

País

Mais País

Patrocinados