Mulher ferida após aeronave que pilotava ter capotado Évora

Agência Lusa , BMA
27 mar, 16:24
INEM

PSP reiterou que o acidente se deu devido “ao trem de aterragem se ter partido”

Uma mulher sofreu este domingo ferimentos considerado leves na sequência de um acidente com a aeronave ligeira que pilotava, cujo trem de aterragem se partiu, no Aeródromo Municipal de Évora, revelaram a Proteção Civil e PSP.

O Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora disse à agencia Lusa que o acidente aéreo, cujo alerta foi dado aos bombeiros às 12:21, aconteceu quando a aeronave se “estava a fazer à pista”.

“Quando a aeronave se fez à pista o trem de aterragem partiu-se e a aeronave capotou, provocando um ferido ligeiro”, disse o CDOS, explicando que a piloto, a única ocupante, foi transportada para o Hospital do Espírito Santo de Évora.

Também contactada pela Lusa, fonte da PSP reiterou que o acidente se deu devido “ao trem de aterragem se ter partido” e acrescentou que a piloto “foi transportada para o hospital apenas por precaução”, porque “não apresentava ferimentos visíveis”.

O sinistro no Aeródromo Municipal de Évora implicou a mobilização de 12 operacionais, apoiados por seis viaturas, incluindo os bombeiros, PSP e Serviço Municipal de Proteção Civil.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

País

Mais País

Patrocinados