Presidente do Iémen transfere poderes para novo conselho

Agência Lusa , AM
7 abr, 07:19
Abdou-Rabbu Mansour Hadi (John Moore/Getty Images)

Novo conselho inclui um presidente e sete membros e liderará as negociações para estabelecer um cessar-fogo permanente e uma solução política para o conflito

O presidente do Iémen, Abdou Rabu Mansur Hadi, anunciou a transferência de poderes para um novo conselho que irá gerir o país e liderar as negociações de paz com os rebeldes Huthis, apoiados pelo Irão.

"Transferi, de forma irreversível, os meus plenos poderes" para o conselho presidencial, disse Hadi, líder do governo internacionalmente reconhecido e que está no exílio na Arábia Saudita.

Segundo um comunicado transmitido pela imprensa estatal iemenita, o órgão recém-criado inclui um presidente e sete membros e liderará as negociações para estabelecer um cessar-fogo permanente e uma solução política para o conflito.

Hadi demitiu o vice-presidente Ali Mohsen al-Ahmar, cujos poderes foram também transferidos para o conselho presidencial.

O presidente criou ainda uma Autoridade de Consulta e Reconciliação, com 50 membros, para ajudar o conselho presidencial nos esforços de paz.

O cessar-fogo de dois meses no Iémen, que foi proposto pelo enviado especial da ONU para o país, Hans Grundberg, foi aceite na sexta-feira pelas partes em conflito e entrou em vigor no sábado.

Grundberg, disse na quarta-feira que o cessar-fogo levou a uma “redução significativa dos níveis de violência”, apesar da persistência de incidentes armados, e que as partes em conflito “querem que a trégua se consolide”, o que permitiria avançar nas conversações de paz.

A transferência de poderes acontece no último dia de uma série de consultas intra iemenitas – nas quais os rebeldes não participam – com o objetivo de encontrar um roteiro para pôr fim ao conflito sangrento que provocou milhares de mortos.

Os Huthis, apoiados pelo Irão, recusaram-se a participar nesses encontros, uma vez que o mesmo se realizam na Arábia Saudita, que tem liderado uma coligação militar desde 2015 em apoio ao governo de Abdou Rabu Mansur Hadi.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Médio Oriente

Mais Médio Oriente

Patrocinados