A28: trânsito interrompido esta noite em Matosinhos para colocação de viaduto

Agência Lusa , PP
31 mai, 10:24
Obras (Reuters)

O novo viaduto, projetado para automóveis e peões, contará com duas faixas de rodagem e passeios laterais largos

A circulação na autoestrada A28, entre a rotunda AEP e o nó da A4, em Matosinhos, estará interrompida nos dois sentidos a partir das 23:00 e até às 06:00 de sábado, alertou hoje a Câmara Municipal.

Os constrangimentos devem-se à construção de uma passagem superior na autoestrada que vai ligar a Barranha à Cruz de Pau, um viaduto que pesa aproximadamente 410 toneladas.

O corte de tráfego acontecerá ao quilómetro 5+550, especifica a autarquia de Matosinhos, no distrito do Porto.

Em alternativa, quem viaja no sentido norte-sul deve sair no nó 1 da A28 (Matosinhos), enquanto quem circula no sentido sul-norte deve, no final da Avenida AEP, utilizar a saída com destino Circunvalção/Senhora da Hora/Centro Comercial.

O novo viaduto, projetado para automóveis e peões, contará com duas faixas de rodagem e passeios laterais largos.

A 06 de abril, a Câmara de Matosinhos estimou que a construção desta passagem superior, que estava suspensa há seis meses, retomasse “rapidamente”, considerando-a decisiva para o concelho.

“Vamos tentar finalmente encontrar uma solução que garanta que se ultrapassem as dificuldades e que a obra retome, que é isso que nós pretendemos”, disse a presidente da autarquia, Luísa Salgueiro, no final da reunião pública do executivo municipal, depois de questionada pelo vereador do PSD, Bruno Pereira.

O projeto total prevê a execução do viaduto sobre a A28 que permite a ligação rodoviária entre a Barranha e a Cruz de Pau, num investimento de 3,8 milhões de euros.

A empreitada engloba a realização de um novo arruamento com cerca de 500 metros, uma passagem superior sobre a A28 com cerca de 42 metros de vão e a demolição/reposição da bancada do topo norte do Estádio do Mar.

O novo arruamento inicia-se junto à EB Estádio do Mar, serve a entrada do topo norte do Estádio do Mar e o Pavilhão dos Desportos, com a consequente reformulação da zona de parqueamento, e termina numa nova rotunda na ligação com a Rua da Barranha.

Em abril, em entrevista ao Porto Canal, a diretora de obra, Inês Cerqueira, descreveu que a construção deste viaduto segue uma técnica semelhante à utilizada no viaduto das Andresas, no Porto, que atravessa a Via de Cintura Interna (VCI).

Este projeto, construído para o Euro 2004, foi pioneiro na época e visava reduzir o tempo de execução e minimizar o impacto no funcionamento normal da VCI.

País

Mais País

Patrocinados